Dia do Fonoaudiólogo, qual sua importância 9 de Dezembro

Dia do Fonoaudiólogo, qual sua importância 9 de Dezembro

Hoje, dia 9 de dezembro, comemoramos o Dia do Fonoaudiólogo, um profissional tão importante para a saúde e a melhora na comunicação. Mas você sabe o quanto um fonoaudiólogo pode fazer a diferença na vida pessoas? Confira esse post e saiba mais!

O que é fonoaudiologia? 

É a área de estudo que produz conhecimento sobre comunicação escrita e oral, voz e audição, sendo os fonoaudiólogos responsáveis pelo trabalho de habilitação e reabilitação da voz, atenção a distúrbios da audição, motricidade oral, leitura e escrita.

Ao consultar um fonoaudiólogo, questões gerais sobre esse campo são avaliadas. E isso inclui voz, audição e também leitura e escrita. É por isso que os cuidados com os órgãos relacionados à fala e à audição são essenciais em todas as fases da vida, desde os primeiros meses de um bebê até a fase adulta.

Você sabia que alterações no funcionamento desses órgãos podem gerar dificuldades na aprendizagem ou mesmo no convívio social do indivíduo? Por isso, ao perceber qualquer problema, uma consulta com o fonoaudiólogo é a melhor escolha, pois um profissional qualificado e especializado é capaz de auxiliar tanto na prevenção quanto no tratamento de possíveis problemas ou dificuldades relacionadas à linguagem em diferentes fases da vida. 

Com métodos corretos que visam a melhoria da comunicação, esse profissional saberá identificar as necessidades de cada paciente, propondo tratamentos personalizados caso a caso.

E quais são as áreas de atuação de um fonoaudiólogo?

» Amamentação

Para muitas mães, o processo de amamentação pode ser complicado e cheio de dúvidas. Para auxiliar nessa etapa e deixá-las mais tranquilas, a consulta com um fonoaudiólogo é essencial, pois ele irá trabalhar no sentido de estimular a sucção e a deglutição do bebê, ensinando a mãe como seguir com esses estímulos após o tratamento, em casa. 

» Motricidade orofacial

Esta área permite avaliar o sistema estomatognático, que está relacionado à sucção, mastigação, deglutição, respiração e fala em todas as fases de vida. Além de bebês, crianças, adultos e idosos, esses tratamentos também são aplicados em pacientes com paralisia cerebral e traumatismo craniano, por exemplo, com danos relacionados à musculatura da face e suas funções vitais.

» Disfagia

Disfagia é o problema ou dificuldade ao deglutir, causando a sensação de que a comida está presa na garganta. Esta dificuldade pode ser solucionada com um fonoaudiólogo. Esse sintoma muitas vezes pode estar relacionado a doenças ou tratamentos anteriores, como câncer, acidente vascular cerebral ou traqueostomia, mas com o auxílio de um fonoaudiólogo e exercícios adequados, o paciente poderá retomar a alimentação segura, sem incômodos, contribuindo, assim, para sua qualidade de vida e convívio social.  

» Fala

Talvez essa seja a área mais conhecida no trabalho de um fonoaudiólogo. Ela está relacionada a dificuldades de comunicação que envolvem a fala, como as alterações na voz, gagueira, língua presa e problemas na pronúncia de fonemas.

Além de crianças com atraso na aprendizagem, também estão indivíduos de todas as idades que por alguma razão possam apresentar a perda de capacidade devido a doenças ou lesões. Mesmo a rouquidão, que por vezes pode passar despercebida no dia a dia, tem tratamento. Em casos de pacientes que perdem a voz com frequência, excluindo doenças mais sérias, pode-se diagnosticar o mal-uso da voz, com esforços excessivos que prejudicam a fala.

» Aperfeiçoamento da voz

Você já reparou que profissionais que trabalham com a voz, como jornalistas, locutores, dubladores, atores, cantores e telefonistas, estão em constante tratamento com fonoaudiólogos? Isso acontece porque em suas consultas não são averiguados apenas distúrbios ou dificuldades, mas também o aperfeiçoamento da voz. 

Com o auxílio de um profissional qualificado é possível melhorar a qualidade da voz e da fala, deixando-a mais limpa e clara através de técnicas de respiração, aquecimento vocal e exercícios específicos.  

» Audição

O primeiro contato que temos com um fonoaudiólogo ocorre nos primeiros dias de nossas vidas. Isso porque esse profissional é o encarregado pela realização do teste da orelhinha em recém-nascidos. O exame consiste no uso de um aparelho para detectar problemas auditivos ainda na fase inicial da vida. Em caso de surdez, ao iniciar um tratamento adequado já nesta etapa, são grandes as chances da criança desenvolver de forma eficiente a fala, por exemplo, aumentando a sua qualidade de vida e sociabilidade da infância à fase adulta. 

» Leitura e escrita

O fono é capaz de identificar e tratar distúrbios relacionados a vários aspectos da comunicação. Além da fala e da audição, que são os mais conhecidos, a leitura e a escrita também são trabalhadas em suas consultas.

Sintomas como dificuldades de ler e escrever podem estar relacionados à dislexia ou outros problemas. A troca de letras e fonemas, tanto na fala quanto na escrita, pode ser tratada através de exercícios específicos, sejam eles auditivos ou psicomotores.

Fonte: Central de Consultas

Agora não se esqueça de compartilhar para quem é apostador porque ele precisa conferir os resultados também.?

Em seguida Veja Agora:

5 maneiras de melhorar sua saúde financeira

Os prós e contras dos cartões de crédito pré-pagos

Saiba tudo sobre o débito Nubank

Similar Posts